WeCreativez WhatsApp Support
Atendimento ao vivo
Olá! Vamos falar sobre a sua necessidade?

    O que é Capital Social?

    700 394 Cláudia Lolita
    • 0

    Hoje a gente vai tratar de um assunto que sempre as pessoas tem duvidas.
    Se você ficar ate o final este vídeo, tenho certeza que você vai saber direitinho o que é capital social.

    Bom gente, neste vídeo você vai entender o capital social de uma empresa, se é mesmo necessário integralizar capital, de qual valor estamos falando e muito mais.
    Então, pessoal , mas o eu é exatamente o capital social?
    Bom o Capital social é o investimento inicial feito pelos sócios ou acionistas de uma empresa para colocá-la em funcionamento.
    Esse investimento é registrado no contrato social e pode ser feito tanto em dinheiro como em bens.
    O capital social corresponde a tudo aquilo que os sócios vão investir, que será necessário, por exemplo, nas instalações e na manutenção das atividades nos primeiros meses da empresa, antes que ela começasse a dar lucro e a se sustentar.

    Além de quantias em dinheiro, esses valores podem vir de bens materiais – como o imóvel onde a empresa se fixará, por exemplo.
    Também é possível que um sócio ofereça um bem não material, como o seu know how, na sua entrada na sociedade.
    O capital social é o patrimônio líquido inicial da companhia, mas capital social e patrimônio líquido não possuem o mesmo significado, ok?
    Quando a empresa começar a acumular seus próprios recursos, o capital social será apenas uma parte do patrimônio líquido. Conforme a empresa for funcionando, o patrimônio líquido – também chamado de capital próprio – irá juntar ao capital social outros valores, como os lucros e as reservas.
    Quando a empresa esta sendo formada, o valor do seu capital inicial vai depender do quanto foi investido para abrir o negócio e do quanto será necessário para mantê-la funcionando até que ela comece a lucrar. Esse quantia deverá ser definida pelos sócios e registrada no contrato social.

    O registro no contrato social é chamado de subscrição. O capital subscrito é aquele que os sócios se comprometem a investir. Mas gente, isso não quer dizer que esse investimento precise ser feito todo de uma vez.
    Quando o investimento não e feito de uma só vez , chamamos de capital social a integralizar, onde, os sócios definem o prazo e forma que este capital será integralizado e subscrito ao longo do tempo.
    Como regra, não existe um valor de capital mínimo, pois isso dependera do valor que sera necessário para se formar a empresa e para mantê-la como capital de giro durante um tempo, como eu falei.

    Existem algumas atividades no Brasil, que a legislação obriga a um capital mínimo, como por exemplo a atividade de bancos, de comercio atacadista, e algumas outras, que se você quiser saber mais pode dar uma ligada pra gente que a geste pesquisa para você.
    Existe também no Brasil, legislação própria quanto ao capital mínimo de algumas empresas, dependendo da sua natureza jurídica.
    As empresas que se enquadram no programa de Microempreendedor Individual (MEI) não são obrigadas a declarar um capital social.
    Elas podem fazer esse registro, porém, para seu próprio controle. Não existe um valor mínimo ou máximo de capital social do MEI, cabendo ao empreendedor calcular o quanto ele gastou para começar a operar.

    Por exemplo, se para o seu negócio o MEI comprou apenas um computador, o valor desse equipamento será o seu capital social.
    No caso do Empresário Individual (EI), categoria em que uma pessoa abre um CNPJ para exercer uma atividade empresarial, o valor mínimo investido no capital social é de um mil reais.
    Nesse tipo de empresa, porém, seu sócio coloca seu patrimônio pessoal como garantia em caso de endividamento.

    Se o proprietário não quiser essa responsabilidade, ele poderá abrir uma EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada). Nesse caso, no entanto, o valor do capital social deverá ser equivalente a cem salários mínimos vigentes.
    Sobre a responsabilidade dos sócios sobre o capital social vou abordar em um outro vídeo, para que este não fique muito extenso, ok gente?
    O capital social é de suma importância, não só porque define quais são os poderes de cada sócio dentro da empresa, mas também porque impõe restrições ao poder de cada sócio, além de alguns outros benefícios.
    Diante do que expliquei, conforme legislado no nosso código civil todo instrumento societário de constituição de uma empresa, deve ter obrigatoriamente a integralização do capital social.
    Um dos benefícios do capital social é também o planejamento a curto e longo prazo que ele proporciona para a empresa, pois sabendo os recursos que a entidade possui fica muito mais fácil planejar os próximos passos do negócio.

    Este planejamento também é fundamental, gente, para que seja realizado o gerenciamento do capital social, e assim a empresa consiga resistir aos primeiros meses mesmo que não tenha lucros inicialmente.
    Portanto, o capital social é fundamental para que a empresa consiga se manter funcionando nos primeiros meses, além de ser importante para que os sócios consigam planejar os passos seguintes a serem dados no negócio.
    Bom gente , é isso ai, agora você já sabe direitinho o que é capital social, Se você gostou desse vídeo, da um like, se inscreve no nosso canal, sua participação e muito importante para a sustentabilidade do nossos canal. Conto com você. E não esquece de indicar para seus amigos!

    Um grande abraço.

    AUTOR

    Cláudia Lolita

    Contadora graduada há 26 anos, advogada, corretora de imóveis, perita judicial contábil, presidente da Associação dos Contabilistas de Teresópolis, pós-graduada em Ciências Contábeis pela FVG RJ, MBA em Gestão Tributaria, pós-graduada em Pericia Judicial, pós-graduanda em Direito Processual Civil, MBA em Contabilidade Digital, mestranda em Ciências Contábeis pela FUCAPE, especialista em Liderança na Disney e na Missão Internacional de Negócios no Vale do Silício– EUA. Com vasta participação em eventos, palestras e cursos da classe contábil, é fundadora e diretora da CLAC – Claudia Lolita Assessoria Contábil, há 23 anos. É apaixonada pelo empreendedorismo contábil e pelas técnicas e estratégias que a contabilidade pode contribuir no desenvolvimento econômico e de negócios. Youtuber do canal CLAC CONTABILIDADE e do canal Claudia Lolita – Vida & Negócios

    Todas as histórias por: Cláudia Lolita

    Deixe uma resposta

    O seu email não será publicado.

    Seja o primeiro a saber!
    Assine nossa Newsletter!
    Receba boletins informativos sobre o mundo da contabilidade, para a sua empresa ou negócio.
    Assinar
    Não, obrigado!
    close-link