WeCreativez WhatsApp Support
Atendimento ao vivo
Olá! Vamos falar sobre a sua necessidade?

    Que Informações Devo Passar Para Os Meus Condôminos?

    700 394 Cláudia Lolita
    • 0

    A gestão de condomínios residenciais exige muita dedicação, organização e responsabilidade do síndico, que responde por todos os problemas, todas as medidas e as implementações feitas para os moradores.
    Uma administração transparente é o primeiro passo para elevar o nível de gestão, evitando problemas em condomínio residencial. Nesse artigo, você vai saber quais Informações você, síndico, precisa passar para os seus condôminos?

    Uma administração transparente é o primeiro passo para elevar o nível de gestão, evitando problemas em condomínio residencial.
    Falhas na comunicação, pobreza na elaboração de informações e baixa adesão em assembleias são alguns dos implicadores que geram insatisfação entre os condôminos.
    Faz parte do papel do gestor conquistar a empatia dos moradores, para que eles também possam colaborar ativamente com o cotidiano administrativo, seja participando das decisões ou estando integrados com as modificações.

    Os 5 principais erros cometidos pela administração de condomínio

    Com o intuito de se evitar problemas e desentendimentos entre a gestão do condomínio e os moradores, vou te falar sobre os principais erros cometidos pela administração.
    Saiba como eles podem impactar negativamente a coordenação e a condução das tarefas e veja os melhores meios para contorná-los.

    1º. Desconhecimento das normas do condomínio

    A lei civil determina que os proprietários ou usuários de imóveis devem elaborar a convenção do condomínio e aprová-la em assembleia, bem como o regimento interno.
    Portanto, é direito e dever de todos os moradores conhecerem as regras de uso do imóvel, as proibições e as recomendações para utilização dos espaços comuns.
    Então gente é fundamental estudar e distribuir a convenção de condomínio e o regimento interno, é de extrema importância informar todos os moradores sobre as regras e certificar que todos eles receberam as atualizações.
    Tal medida é o primeiro passo para colocar os parâmetros de modo transparente e evitar problemas de convivência.

    2. Comunicação com moradores

    É essencial que o síndico saiba se comunicar bem, tanto com os funcionários como com os moradores. Informações incompletas, erros de digitação e falta de revisão podem deixar de fora itens necessários para a compreensão das regras do condomínio, gerando uma série de mal entendidos.
    Entre as informações que devem ser disponibilizadas de forma clara, estão os dias e os horários de coleta de lixo, da manutenção de equipamentos pertencentes à área comum, o período em que o barulho é proibido e os turnos dos funcionários.
    A agenda deve ser compartilhada com todos, para notificar as datas previstas para reuniões, consertos nas áreas comuns e de lazer, além da troca de colaboradores.
    As assembleias devem ser comunicadas com antecedência, utilizando, de preferência, mais de um meio de comunicação com os moradores. Deve ser repassado a todos a utilização dos recursos do condomínio, com rubricas detalhadas e acompanhados da cópia de recibos e comprovantes, quando necessário.
    Confraternizações em datas comemorativas, como festa junina ou o natal, são cada vez mais comuns em espaços residenciais coletivos. O síndico pode convocar a comemoração, que antes deve ser aprovada pela maioria presente em reunião mensal, repassando-a por ata a todos os outros moradores.

    3º Informações financeiras

    A gestão de condomínios residenciais exige um controle habilidoso dos gastos, que deve harmonizar uma boa logística de distribuição de recursos com a transparência em disponibilizar dados sobre os recebimentos e as saídas.
    Como os recursos pertencem a todas as pessoas que moram e contribuem com o condomínio, ao gestor cabe a responsabilidade de mediar todas as negociações referentes a custos e gastos, acompanhando pagamentos e garantindo uma boa operacionalidade no recebimento das parcelas.
    O síndico também deve realizar a prestação de contas mensalmente e se disponibilizar a esclarecimentos sobre possíveis dúvidas que podem surgir.

    4. Exposição dos inadimplentes

    O síndico deve controlar as finanças do condomínio e fazer a cobrança de modo consistente aos devedores, mas preservando o nome dos inadimplentes, sem revelá-los para os demais moradores. Quando um síndico expõe o nome dos moradores que devem parcelas à administração, ele pode ser processado por danos morais e ter ainda mais problemas com a gestão do condomínio residencial. Ou seja, ao divulgar os relatórios e os balancetes financeiros, o síndico pode demonstrar o número de condôminos que estão em débito e o valor total dessa dívida, mas não pode citar nomes ou números de apartamentos.

    5º.  Como podemos avaliar a falta de comunicação com os condôminos?

    O sindico deve avaliar quem reside no condomínio, os veranistas, os proprietários que alugam suas unidades (alias temos um vídeo bem legal sobre aluguel em aplicativos virtuais, confere la no nosso canal), para se assegurar que as informações estão chegando a todos.

    Se você quer ter mais informações sobre a contabilidade condominial de excelência, confira as dicas destes assuntos no canal da CLAC CONTABILIDADE.
    Beijo de carinho contábil

    AUTOR

    Cláudia Lolita

    Contadora graduada há 26 anos, advogada, corretora de imóveis, perita judicial contábil, presidente da Associação dos Contabilistas de Teresópolis, pós-graduada em Ciências Contábeis pela FVG RJ, MBA em Gestão Tributaria, pós-graduada em Pericia Judicial, pós-graduanda em Direito Processual Civil, MBA em Contabilidade Digital, mestranda em Ciências Contábeis pela FUCAPE, especialista em Liderança na Disney e na Missão Internacional de Negócios no Vale do Silício– EUA. Com vasta participação em eventos, palestras e cursos da classe contábil, é fundadora e diretora da CLAC – Claudia Lolita Assessoria Contábil, há 23 anos. É apaixonada pelo empreendedorismo contábil e pelas técnicas e estratégias que a contabilidade pode contribuir no desenvolvimento econômico e de negócios. Youtuber do canal CLAC CONTABILIDADE e do canal Claudia Lolita – Vida & Negócios

    Todas as histórias por: Cláudia Lolita

    Deixe uma resposta

    O seu email não será publicado.

    Seja o primeiro a saber!
    Assine nossa Newsletter!
    Receba boletins informativos sobre o mundo da contabilidade, para a sua empresa ou negócio.
    Assinar
    Não, obrigado!
    close-link