Sou MEI, posso ter uma conta em Dólar?

479 270 Claudia Lolita
  • 0

Se você está começando a estudar sobre investimentos e possibilidades para alocar seu dinheiro, em algum momento pode esbarrar com o dólar. 

A moeda americana tem um papel tão importante na economia mundial que ocupa a carteira de muitos investidores. 

Mas, antes de sair comprando moeda estrangeira, é importante entender como investir em dólar e quais as opções.

Por que o dólar é tão importante para a economia mundial?

O dólar norte-americano é a referência monetária mundial. Esse papel, que costumava ser ocupado pela libra esterlina, do Reino Unido, tem a ver com a força da economia por trás da moeda e de seu poder de influência sobre os demais países – no caso do dólar, os Estados Unidos.

Ao longo do século 20, a economia norte-americana foi ganhando espaço com o crescimento de sua participação no comércio exterior e o seu fortalecimento após as guerras mundiais na Europa – principalmente depois da segunda guerra. Hoje, ela é a maior economia global. 

Isso se reflete no fato de que, por mais que o país passe por crises econômicas – como no período de 2008 ou 2020 –, o dólar continua contando com a confiança internacional. 

Além disso, muitas commodities (bens ou produtos comercializados em todo o mundo e que têm valor estratégico, como o petróleo, soja, entre outros) e o próprio ouro são negociadas em dólar.

Investimento em dólar

Investimento em dólar

O que você precisa saber sobre como investir em dólar?

Primeiro, é importante dizer que investir em dólar significa investir em renda variável. Ou seja, não existe garantia de que você vai ter retorno com isso – ao contrário da renda fixa.

Por exemplo: você pode comprar a moeda por um preço e, com o tempo, ela perder valor – causando prejuízo ao seu bolso. 

Outro fator importante é que, no Brasil, o valor do dólar varia tanto de acordo com o cenário econômico global quanto com o do próprio país. Isso significa que, mesmo que o dólar esteja desvalorizado lá fora por algum motivo, ele pode estar valorizado em relação ao real – e vice-versa.

Portanto, sim MEI pode ter conta em dólar, mas tem que se ter muito cuidado para a movimentação bancária e cambial não ultrapasse o limite pelo faturamento imposto pela legislação especifica do MEI, ok?

AUTOR

Claudia Lolita

Contadora graduada há 26 anos, advogada, corretora de imóveis, perita judicial contábil, presidente da Associação dos Contabilistas de Teresópolis, pós-graduada em Ciências Contábeis pela FVG RJ, MBA em Gestão Tributaria, pós-graduada em Pericia Judicial, pós-graduanda em Direito Processual Civil, MBA em Contabilidade Digital, mestranda em Ciências Contábeis pela FUCAPE, especialista em Liderança na Disney e na Missão Internacional de Negócios no Vale do Silício– EUA. Com vasta participação em eventos, palestras e cursos da classe contábil, é fundadora e diretora da CLAC – Claudia Lolita Assessoria Contábil, há 23 anos. É apaixonada pelo empreendedorismo contábil e pelas técnicas e estratégias que a contabilidade pode contribuir no desenvolvimento econômico e de negócios.

Todas as histórias por: Claudia Lolita

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado.

Abrir chat
Digite aqui sua dúvida...
Atendimento ao vivo